Objetivo 2019: Projeto GIMP

Então vamos mas é começar: o meu projeto principal para 2019 vai se chamar por agora “GIMP – Gabinete de Investigação Mitológica Portuguesa”.

Na sequência de inúmeras discussões pelos grupos portugueses de RPG, há sempre um tópico recorrente: há monstros portugueses que podemos usar nos RPGs? (normalmente toca só a D&D, mas hey, vamos expandir para outras coisas). A verdade é que até à pouco tempo, nem havia uma referência de monstros do folclore nacional. Isso mudou com o lançamento do “Bestiário Tradicional Português” pelo Nuno Matos Valente. O Nuno passou 4 anos a investigar compêndios de folclore, conseguiu reunir imensa informação, e graças à Editora Escafandro fez o livro com 36 criaturas. Recentemente tive a oportunidade de conversar com ele no podcast do Rola Iniciativa, e mesmo que ele nunca tenha jogado RPGs, ficou fascinado com o potencial que o livro dele tem para se tornar um jogo.

Já tenho há algum tempo a intenção de criar um RPG como deve ser, mas falta de tempo e motivação têm-me afastado do projeto. Felizmente o pessoal do Rola Iniciativa é super bacano e somos uma grande comunidade que se apoia mutuamente. É incrível que com alguma paciência foi possível termos um cantinho saudável em que a nossa criatividade é bem recebida e desejada, e mesmo os “maus elementos” de outros lados por ali são úteis a todos. O André Tavares (aka ScumbagDM) está neste momento a converter as criaturas do “Bestiário” para D&D 5ed. no seu programa Monster Monday, e já tem uma Aventesma pronta a rolar à mesa. A seguir vem o Tardo, depois disso ainda ninguém sabe qual vai ser pois o programa tem uma enorme componente de participação do público. Ele pode estar a escrever e a dirigir, mas na verdade são as sugestões do chat ao vivo que fazem a criação. Vai ser um processo moroso, mas está a ser muito bem recebido!

Obviamente que todo este sucesso me deixa mal, porque eu ando a dizer que vou fazer algo parecido, mas depois nada acontece. Isso acabou, principalmente depois de 2 episódios do podcast do Rola Iniciativa, o primeiro com o Diogo Nogueira e depois com o Jim McClure. Os nomes podem dizer pouco agora, mas são criadores independentes que graças à sua grande força de vontade e habilidade conseguiram fazer os próprios jogos. E não são quaisquer jogos, são boas obras e estão a ser muito bem aceites e reconhecidas pela comunidade RPG. Ambos conseguiram transmitir a lição que todos precisamos de aprender: escrever um livro, fazer um jogo, criar qualquer coisa é para qualquer um! Eles não aprenderam debaixo de nenhum mestre, são auto-didátas que nunca baixaram os braços e que hoje estão a colher os frutos do seu trabalho.

Por isso, por eles e por todos os envolvidos, mas principalmente por mim, dou início a uma série de projetos paralelos, com o intuito de me treinar para durante 2019 fazer a versão alpha do GIMP RPG. Ainda não sei que mecânicas vou colocar, que estrutura o jogo vai ter, mas já tenho conceitos bem estabelecido sobre os quais vou trabalhar. Espero fazer updates semanais, no máximo quinzenais, sobre o estado deste projeto. Pelo meio vou colocando outros projetos, como forma de treinar e explorar design de jogos, e com as lições aprendidas fazer o melhor por este processo. Vai ser um ano interessante, vai vai..!